Terça-Feira, 26 de Setembro de 2017
Cidade: Barretos-SP





City Tour
 
Aquático
 
Religioso
 
Saúde
 
Eventos
 
Aventura
 
Rural
 
Negocios
 
Gastronomia
 
 
Escolha as Opções:
Alimentação Automóveis Beleza Cruzeiros Marítimos Decoração Energia Alternativa Feiras e Negócios Festas (Infantis e Adultos) Festas Country Flores e Cestas Hospedagem Moda, Magazine e Confecção Móveis Rústicos Pescarias Prestação de Serviços Publicidades Serviços 24 Horas Shopping Centers Thermas/Parques Aquáticos Utilidade Pública Viagens e Transporte

 
Enquete:

 
 

População: 100.646 Homens: 49.376
Mulheres: 51.270 Área Total(km2) 1.568
Densidade pop: 64.19 Fonte: IBGE
   
Facebook Share Button
Conheça a Cidade do Rodeio... / Meet the City Rodeo ... / Ver la ciudad de Dodge
   
O Município de Barretos foi um dos primeiros a ser fundado na porção do território paulista delimitada pelos rios Pardo, Turvo e Grande. A ocupação da região começou no início do século XIX, com o deslocamento, a partir de Minas Gerais, dos descendentes dos bandeirantes que, dois séculos antes, haviam partido de São Paulo de Piratininga em busca das minas de Ouro Preto, São João Del Rey, Mariana e tantos outros núcleos urbanos por eles criados.

Os pioneiros desbravadores assentaram-se na região atravessando o rio Pardo a partir da Fazenda Santo Inácio, cuja posse se estendia desde o Morro do Chapéu, atual Morro Agudo, até a barranca do rio.
Os Marques e os Barreto se estabeleceram em dois assentamentos, dando início a um primeiro núcleo que passou a servir de pouso e referência de uma vasta região. A Fazenda dos Barreto teve suas primeiras construções situadas onde hoje se encontra o Hospital Psiquiátrico Mariano Dias. A fazenda dos Marques, chamada Fortaleza, desenvolveu-se a partir do atual Largo do Rosário.

Em 1845 as duas famílias pioneiras resolveram delimitar uma gleba de 82 alqueires, que passou a denominar-se "Patrimônio do Divino Espírito Santo". No mesmo ano foi construída a primeira capela e a paróquia providenciou, então, a primeira "planta da cidade", que nascia organizada em quadras e datas abrangendo os 82 alqueires do patrimônio.
O rigoroso, o inverno de 1870 provocou uma forte geada que deixou ressequida a vegetação. Ocorreu então um grande incêndio que calcinou a floresta. A chegada da primavera e das chuvas fez surgir uma imensa pastagem natural que, devido a qualidade das terras, estabeleceu condições excepcionais para a engorda de gado. O grande incêndio facilitou a penetração nos campos e a formação de novas fazendas, atraindo novos colonizadores para uma extensa região da qual Barretos tornou-se principal
centro comercial.

O avanço do café pelas regiões Mogiana e Araraquarense, no início do século XX, atingiu a região, principalmente as áreas hoje ocupadas pelas cidades de Olímpia e Colina. Com o café chegaram imigrantes europeus e em seguida os árabes, que se integraram ao processo de produção agrícola e ao comércio.

Começa nesta época o desenvolvimento dos aspectos urbanos da cidade com a abertura de novas ruas, segundo a planta original.
A ferrovia chegou a Barretos em 1909, redirecionando o crescimento da cidade.





English:
The City of Barrie was one of the first to be founded in the portion of the state territory bounded by the rivers Pardo, Murky and Large. The occupation of the region began in the early nineteenth century, with the shift from Minas Gerais, the descendants of the pioneers who, two centuries before, had gone to São Paulo in search of Piratininga mines of Ouro Preto, São João Del Rey Mariana and many other urban centers created by them.

The pioneers pioneers settled in the region across the river Pardo from the Farm St. Ignatius, whose tenure extended from the Hill Hat, current Morro Agudo, to the riverbank.
The Barreto Marques and settled in two settlements, starting a first core that became the landing and reference a wide region. The Farm of Barreto had its first buildings located where today stands the Psychiatric Hospital Mariano Dias. Marques farm, called Fortaleza, developed from the current Rosary Square.

In 1845 the two pioneer families decided to enclose a tract of 82 acres, which came to be called Heritage of the Holy Spirit. In the same year the first chapel was built and the parish provided, then the first city plan that was born organized in blocks and dates covering 82 acres of the property.
The rigorous winter of 1870 caused a severe frost which left parched vegetation. Then came a great fire that calcined forest. The arrival of spring and the rains brought about an immense natural grassland that because the quality of the land, established exceptional conditions for fattening cattle. The Great Fire facilitated penetration in the fields and the formation of new farms, attracting new settlers to an extensive region of Barretos which became the main
shopping center.

The advancement of the coffee regions and Mogiana Araraquarense in the early twentieth century, struck the region, especially the areas currently occupied by the cities of Olympia and Hill. With the coffee arrived European immigrants and then the Arabs, who have joined the process agricultural production and trade.

Begins at this time the development of the urban aspects of the city with the opening of new streets, according to the original plan.
The railway arrived in 1909 the Barretos, redirecting the growth of the city.





Spanish:
La ciudad de Barrie fue uno de los primeros en ser fundada en la parte del territorio del estado limitada por el río Pardo, turbia y Grande. La ocupación de la región comenzó a principios del siglo XIX, con el paso de Minas Gerais, los descendientes de los pioneros que, dos siglos antes, habían ido a São Paulo en busca de minas Piratininga de Ouro Preto, São João Del Rey Mariana y muchos otros centros urbanos creados por ellos.

Los pioneros pioneros se establecieron en la región a través del río Pardo de la Granja de San Ignacio, cuyo mandato se extendió desde el Hat Hill, actual Morro Agudo, a la orilla del río.
El Marques Barreto y se establecieron en dos asentamientos, a partir de un primer núcleo que se convirtió en el aterrizaje y hacer referencia a una amplia región. La Granja de Barreto tuvo sus primeros edificios ubicados donde hoy está el Hospital Psiquiátrico Mariano Dias. Granja Marques , llamada Fortaleza, desarrollado a partir de la actual Plaza de Rosario.

En 1845 las dos familias pioneras decidieron incluir una extensión de 82 hectáreas, que llegó a ser llamado "Patrimonio del Espíritu Santo." En el mismo año la primera capilla fue construida y la parroquia siempre, entonces el primer "plan de la ciudad" que nació organizada en bloques y las fechas que cubren 82 acres de la propiedad.
El riguroso invierno de 1870 provocó una severa helada que dejó la vegetación reseca. Luego vino un gran incendio que calcinó bosque. La llegada de la primavera y las lluvias provocadas un pastizal natural inmenso, que debido a que la calidad de la tierra, estableció unas condiciones excepcionales para el engorde del ganado. El gran fuego facilitó la penetración en el campo y la formación de nuevos parques, atraer nuevos pobladores a una extensa región de Barretos, que se convirtió en el principal
centro comercial.

El desarrollo de las regiones cafeteras y Mogiana Araraquarense a principios del siglo XX, azotó la región, especialmente las áreas actualmente ocupadas por las ciudades de Olimpia y Cerro. Con el café llegaron inmigrantes europeos y luego los árabes, que se han incorporado al proceso de la producción agrícola y el comercio.

Comienza en este momento el desarrollo de los aspectos urbanos de la ciudad con la apertura de nuevas calles, de acuerdo con el plan original.
El ferrocarril llegó en 1909 a los Barretos, redirigir el crecimiento de la ciudad.
   
Mapa:

Exibir mapa ampliado

Visite outras Belezas do Brasil
 
 
   
   
 
     
MAPA DO PORTAL
* Fale Conosco * São Paulo
* Anuncie Aqui * Rio de Janeiro
* Política de Privacidade * Minas Gerais
* Fazer Parceria * Bahia
* Favoritos * Santa Catarina
* Mundo das Orquídeas * Distrito Federal
* Empresa * Espírito Santo
IMPORTANTE: A maioria das fotos foi tirada diretamente da internet. Elas tem o único propósito de divulgar as belezas do Brasil e o Portal não possui direito autoral algum sobre elas. No caso de fotos cujos nomes dos autores não aparecem, isso quer dizer que os mesmos não foram identificados nos sites de onde foram colhidas as fotos. Caso algum autor queira que eu identifique/corrija seu nome na foto, basta nos avisar através do formulário de contato. Da mesma forma, caso algum autor deseje que eu retire a sua foto do Portal, basta se manifestar que nós faremos. Obrigado pela compreensão.

© 2017 - Turismo pelo Brasil.Net - Todos os direitos reservados - SR & R Publicidades