Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018
Cidade: Santo Amaro das Brotas-SE





Religioso
 
 
Escolha as Opções:
Alimentação Automóveis Beleza Cruzeiros Marítimos Decoração Energia Alternativa Feiras e Negócios Festas (Infantis e Adultos) Festas Country Flores e Cestas Hospedagem Moda, Magazine e Confecção Móveis Rústicos Pescarias Prestação de Serviços Publicidades Serviços 24 Horas Shopping Centers Thermas/Parques Aquáticos Utilidade Pública Viagens e Transporte

 
Enquete:

 
 

População: 10.157 Homens: 5.081
Mulheres: 5.076 Área Total(km2) 238
Densidade pop: 42.68 Fonte: IBGE
   
Facebook Share Button
História
   
Se existisse um lugar onde a história de Sergipe pudesse ser toda contada, com certeza seria o município de Santo Amaro das Brotas, distante de Aracaju 37 quilômetros. Naquele local, pouco conhecido dos sergipanos, respira-se pura história, não obstante os sucessivos administradores públicos tentarem destruí-la. Só para se ter uma idéia, Santo Amaro completou 303 anos desde que surgiu como vila, sendo assim, sem dúvida alguma, um dos primeiros povoados de Sergipe D’el Rei. Naturalmente não se quer nesta página contar mais de 300 anos de história de Santo Amaro.
Muito antes de Cristóvão de Barros, em 1534 o rei dom João III determinou que Francisco Pereira Coutinho podia “tomar conta” das terras que se estendiam da baía de Todos os Santos até o Rio São Francisco. Mas a resistência indígena foi maior e Coutinho não prosperou. Seu filho Manoel tentou dar continuidade ao “tomar posse”, mas também foi vencido pelos ‘gentios’ (nativos). Tentando avançar sobre o território, um ponto belo e estratégico chamou a atenção dos exploradores: uma colina ao lado esquerdo do Rio Sergipe, bem em frente da confluência deste com o Rio Cotinguiba. Ali nasceu Santo Amaro.
Em virtude do fracasso dos Coutinho, Cristóvão de Barros parte com uma grande força para se apossar das terras de Sergipe. E consegue. Aqui, implanta a Vila de São Cristóvão, e aos seus parentes e soldados mais fiéis repassa parte das terras invadidas. Um dos ‘camaradas’ a receber o presente foi o português Amaro Aires da Rocha, que se instalou naquela colina ao lado esquerdo do Rio Sergipe. Depois de sua morte, o seu descendente Antônio Martins de Azevedo tomou conta da fazenda que recebia o nome de Aires da Rocha.
   
Mapa:

Exibir mapa ampliado

Visite outras Belezas do Brasil
 
 
   
   
 
     
MAPA DO PORTAL
* Fale Conosco * São Paulo
* Anuncie Aqui * Rio de Janeiro
* Política de Privacidade * Minas Gerais
* Fazer Parceria * Bahia
* Favoritos * Santa Catarina
* Mundo das Orquídeas * Distrito Federal
* Empresa * Espírito Santo
IMPORTANTE: A maioria das fotos foi tirada diretamente da internet. Elas tem o único propósito de divulgar as belezas do Brasil e o Portal não possui direito autoral algum sobre elas. No caso de fotos cujos nomes dos autores não aparecem, isso quer dizer que os mesmos não foram identificados nos sites de onde foram colhidas as fotos. Caso algum autor queira que eu identifique/corrija seu nome na foto, basta nos avisar através do formulário de contato. Da mesma forma, caso algum autor deseje que eu retire a sua foto do Portal, basta se manifestar que nós faremos. Obrigado pela compreensão.

© 2018 - Turismo pelo Brasil.Net - Todos os direitos reservados - SR & R Publicidades